"Meu marido não é gay", um reality sobre homens que curtem homens mas "não são gays"

http://d35brb9zkkbdsd.cloudfront.net/wp-content/uploads/2014/12/MHNG1.jpg

Em janeiro de 2015 o mundo vai conhecer a versão mórmon dos g0ys, ou alguma coisa assim...
"Meu Marido Não é Gay" é um reality sobre um grupo de homens mórmons que se dizem atraídos por homens, mas escolheram casar com mulheres.

http://www.eonline.com/eol_images/Entire_Site/20141122/rs_560x415-141222113925-1024.my-husbands-not-gay-tlc-4.jpg

Detalhe: elas tem plena consciência disso.

http://media.salon.com/2014/12/husband_not_gay.jpg

Segundo o site The Wrap, o programa vai contar a rotina de três casais que vivem nessa situação, e os encontros de um solteiro chamado Tom que vai contar seu 'segredo' para as pretendentes.



No trailer acima divulgado nessa sexta (19), é possível conhecer um pouco dos personagens e ficar chocado com frases inacreditáveis, como: "Eu gosto de dizer que eu escolhi uma alternativa para um estilo de vida alternativo", ou ainda "Eu curto homens, mas não curto homens".
Entendeu?! Nem eu.

"My Husband's Not Gay" estreia em 11 de janeiro pelo canal TLC na TV americana.
Alô, Rodrigo Faro! Será que rola uma edição brasileira?!

Playlist Digimon - As músicas da minha infância, as músicas da minha vida - GABRIEL O PRODUTOR

A música é a melodia da alma, só o que sou por que sou movido a música e pelas músicas certas.
Escolha bem as suas e encontrará o caminho certo para realizar seus sonhos.

http://estantegeek.com.br/wp-content/uploads/2014/01/digimon-adventure.jpg

A trilho sonora do Desejo Digimon, com certeza ajudou a construir o meu caráter, sou o que sou graças a esta obra prima da literatura japonesa. Veja abaixo as minhas, e faça seu playlist no Facebook:


 

Você namoraria um g0y?


Você já deve estar sabendo de todo o barulho acerca dos g0ys nas últimas semanas. Homens que se relacionam com outros homens, mas que não se consideram homossexuais. Contanto que a relação entre ambos não envolva o sexo anal, os beijos, carinhos e até sexo oral estão liberados. Além da visão meio deturpada que os hétero-g0ys possuem da comunidade LGBT, essa ideologia é cercada de polêmicas, pois muitos acreditam que os integrantes são apenas gays que não tem coragem de sair do armário.


Mas afinal, você namoraria um g0ys? A pergunta pode ser meio maldosa, mas a preocupação é pertinente. Até porque namorar um g0y pode envolver traição de uma maneira ou de outra, mesmo que ele não tenha interesse em assumir um compromisso sério com outro homem.


De acordo com o site Heterogoy, o portal brasileiro sobre essa ideologia, o contato entre os parceiros se resume a “preliminares na visão hétero tradicional, ou brincadeiras sacanas na visão hétero g0y”. Assim, eles podem beijar, aproveitar a masturbação e, eventualmente sexo oral. Mas nunca a penetração. O grupo explica que esse tipo de sexo é para ser feito somente com mulheres. Achou estranho? Ainda não viu nada, inocente…


O site estrangeiro g0ys.org chega a afirmar que o “processo natural” de relação entre pessoas do mesmo sexo foi “denegrido” pelo movimento gay moderno, por conta do sexo anal e da “perversão de alguns grupos”. Ao que parece, para os g0ys o sexo anal é mais polêmico do que mamilos. Mas e como eles podem saber se os companheiros não andam quebrando as regras por aí? Será que existe uma “Patrulha de Fiscalização do Bumbum Alheio”??


Enfim, o que para a gente pode parecer estranho, para os hétero-g0ys é muito claro. No site existe uma explicação para diferenciar um gay de um g0y. Prepare-se:

“O nome composto gay-zero confunde no momento que pode levar à interpretação de que um gay-zero = heterossexual, o que não é verdade, por analogia um guaraná zero, não é aquele que virou fanta, mas apenas um guaraná que foi retirado um único componente, no caso o açucar (sic). No caso dos gays é justamente isso, o gay-zero (ou g-zero) seria um homem que sente atração por outro homem, mas não pratica um dos componentes do mundo gay, um g-zero não é realiza (sic) sexo anal durante contatos íntimos masculinos…”.


Para os g0ys o sexo anal é rechaçado, pois segundo os integrantes é uma forma muito comum de contrair doenças. O que poderia ser evitado pelo simples uso da camisinha. No site do grupo também podemos encontrar informações que podem dar um verdadeiro nó na cabeça de quem ainda está confuso ou com medo da própria orientação sexual. O que eles falam sobre pessoas transexuais não vale nem a pena ser reproduzido. Além disso, no site também são encontradas palavras preconceituosas, como “baitolice” e “g0ys são machistas”.


Para muitos estudiosos, os homens que se intitulam g0ys são o retrato de uma sociedade que ensina que ser homossexual é errado e sujo, ou seja, o g0y seria uma pessoa com uma homofobia interna muito grande. Um homem hétero-g0y seria aquele que quer desfrutar dos desejos gays, mas que não quer se identificar (ou ser identificado) como pertencente a comunidade LGBT, pois uma das normas do grupo é justamente “celebrar a masculinidade”.


Para nós aqui da redação, os g0ys se resumem a um trecho da música da Madonna, da música “What It Feels Like for a Girl”, retirado do filme de Charlotte Gainsbourg chamado The Clement Garden:


Então fica aí a reflexão sobre os g0ys e suas contradições. Você namoraria um? Se g0ys são realmente gays que tem homofobia interna e medo de sair do armário, talvez você já esteja namorando um e nem sabe…

Bomba! Divulgado o Visual dos Digi-Escolhidos e o nome oficial do novo anime!


O site oficial de Digimon, divulgou o visual final dos digiescolhidos da nova temporada de Digimon que estreará na próxima primavera japonesa (Abril de 2015).

Poucas horas depois de divulgado o visual final da novo anime, os fãs começaram a se dividir em diversos tipos de opiniões sobre o novo visual de nossos digiescolhidos.
O site oficial também revelou aquilo que já imaginávamos do o título do novo anime, agora oficializado como: Digimon Adventure Tri, confira abaixo a imagem com o novo visual e o título do novo anime.

Bomba! Divulgado o Visual dos Digi-Escolhidos e o nome oficial do novo anime!

Pelo que tudo indica os acontecimentos em Digimon Adventure Two serão totalmente ignorados nesta nova temporada.

Foi revelado também pela equipe de produção do novo anime, o desenho dos personagens é assinado por Atsuya Uki (Cencoroll, Guilty Crown), o roteiro conta com supervisão de Yuuko Kakihara (Sora no Otoshimono, Chihayafuru 2, Persona 4: The Animation), a  direção será de Keitaro Motonaga (Jormungand, GetBackers, Rayearth Higurashi no Naku Koroni Kai ) e  a produção é da famosíssima Toei Animation.

Em Digimon Adventure Tri, Taichi Kamiya (Tai) terá 17 Anos e estará no colegial.
Ainda não foi revelado nenhum trailer do atual visual, mas vocês podem acompanhar o trailer de introdução ao novo anime:


E mais uma vez o digi-portal se abre...




‘Não há fogo no inferno, Adão e Eva não são reais’, diz o Papa Francisco


O artigo “Não há fogo no inferno, Adão e Eva não são reais”, diz Papa Francisco foi retirado de um site espanhol na qual a fonte encontra-se no final do texto. Me surpreende algumas atitudes desse Papa. Não é de hoje que ele gera polêmica com suas revelações.  Colocarei os texto do artigo e da minha opinião em cores diferentes para melhor compreensão.

Artigo traduzido:

Um homem que está lá para abrir muitos “segredos ” antigos na Igreja Católica é o Papa Francisco. Algumas das crenças que são realizadas na igreja, mas que são contra a natureza amorosa de Deus, estão sendo revistas pelo Papa, que foi recentemente nomeado o ‘ Homem do Ano ‘ pela revista TIME .

Em suas últimas revelações , o Papa Francisco disse :
” Por meio da humildade , da introspecção e contemplação orante ganharam uma nova compreensão de certos dogmas . A igreja já não acredita em um inferno literal , onde as pessoas sofrem . Esta doutrina é incompatível com o amor infinito de Deus. Deus não é um juiz , mas um amigo e um amante da humanidade. Deus nos procura não para condenar, mas para abraçar . Como a história de Adão e Eva , nós vemos o inferno como um artifício literário . O inferno é só uma metáfora da alma exilada (ou isolada), que, como todas as almas em última análise, estão unidos no amor com Deus. “

http://3.bp.blogspot.com/_mKqDlWU5YPA/TMlKi5blFkI/AAAAAAAAAEw/C0lU5MW8FPA/s1600/imagem.JPG

Em um discurso poderoso que está repercutindo em todo o mundo , o Papa Francisco declarou:
” Todas as religiões são verdadeiras , porque elas são verdadeiras nos corações de todos aqueles que acreditam neles. Que outro tipo existe realmente ? No passado , a igreja a igreja considerava muitas coisas como pecado que hoje já não são julgadas dessa maneira . Como um pai amoroso, nunca condena seus filhos. Nossa igreja é grande o suficiente para heterossexuais e homossexuais , por pró-vida e pró- escolha! Para os conservadores e liberais , até mesmo os comunistas são bem-vindos e se juntaram a nós . Todos nós amando e adorando o mesmo Deus . “Nos últimos seis meses , os cardeais, bispos e teólogos católicos têm debatido na Cidade do Vaticano sobre o futuro da Igreja e da redefinição das doutrinas católicas e seus dogmas.”


http://perlbal.hi-pi.com/blog-images/666965/gd/129277540942/Todas-as-religioes-sao-boas.jpg

O Terceiro Conselho do Vaticano com o Papa Francisco concluiu anunciando que o catolicismo é uma religião agora “moderno e razoável , que passou por mudanças evolutivas. Hora de deixar toda intolerância. Devemos reconhecer que a verdade religiosa evolui e muda . A verdade não é absoluta ou imutável. Mesmo ateus reconhecem o divino. Através de atos de amor e caridade ateu reconhece Deus , bem como, redime a sua alma , tornando-se um participante ativo na redenção da humanidade. “
A declaração sobre o discurso do Papa enviou os tradicionalistas a um ataque de confusão e histeria .
” Deus está mudando e evoluindo como nós somos, porque Deus habita em nós e em nossos corações. Quando espalhar o amor e bondade no mundo , nós reconheceremos nossa divindade . A Bíblia é um livro sagrado bonito, mas como todas as grandes obras antigas , algumas passagens estão desatualizadas. Algumas passagens chamam mesmo para intolerância ou julgamento. É o tempo de ver estes versos como interpolações posteriores , contra a mensagem do amor e da verdade , caso contrário, irradiando através da Escritura chegou. Com base em nossa nova compreensão , vamos começar a ordenar mulheres como cardeais, bispos e sacerdotes. No futuro , é minha esperança de que , um dia , um papa feminino não permita que qualquer porta que está aberta para um homem seja fechada para uma mulher.
FONTE: Sempre questione


SBT corta cenas e transforma casal gay de novela mexicana em hétero

http://img4.wikia.nocookie.net/__cb20131221031240/logopedia/images/e/e7/Sortilegio.jpg

Reprodução/Televisa
Julián Gil e Marcelo Córdoba (de costas) em cena de Sortilégio; SBT transforma casal gay em hétero

O SBT está transformando um casal gay de uma novela mexicana em dois garanhões heterossexuais. Na dublagem de Sortilégio, que exibe há um mês na faixa das 16h, a emissora trocou todas as insinuações gays por diálogos de contexto hétero. Cenas da intimidade dos personagens Ulisses (Julián Gil) e Roberto (Marcelo Córdoba), que evidenciariam a orientação sexual de ambos, foram eliminadas na edição. Eles apenas trocam gracejos e se entreolham.
 
Em Sortilégio, Ulisses e Roberto são bissexuais e têm um caso, mas fingem ser apenas bons amigos héteros. Eles têm namoradas. Na versão original mexicana, apareceram nus trocando carícias na cama e falando abertamente sobre sexualidade.

No capítulo 16, exibido pelo SBT em 17 de novembro, Ulisses e Roberto preparam um drink enquanto estão conversando. O SBT cortou a cena quando os dois foram para a janela e se entreolharam com cumplicidade.
 

No dia seguinte, uma cena romântica do casal gay foi mutilada. Na versão mexicana, enquanto caminham e fumam charuto, Ulisses diz a Roberto que gosta de homens e mulheres. Depois, os dois param. Roberto, em um gesto de carinho, pega o colar de Ulisses, que responde passando o charuto no lábio com sensualidade. 
 

Enquanto isso, no Brasil, o texto em que Ulisses diz que gosta de meninos e meninas foi trocado pela dublagem por "Namorei bastante lá. Eu ia para as festas e arranjava namorada". As carícias, o charuto e a troca de olhares foram suprimidos. No capítulo de 20 de novembro, metade da cena do casal em uma banheira de hidromassagem também foi cortada, apesar de os dois nem se tocarem na versão da Televisa.
 

Em 21 de novembro, o SBT transformou Roberto em hétero. Na versão mexicana, ele diz a Ulisses, em tom jocoso, que vai ver a sua "mulher". A dublagem trocou "mulher" por "Raquel", nome da falsa namorada, e fez o personagem suspirar, como se estivesse apaixonado por ela. Trocou a ironia original por uma declaração de amor velada.

Procurado, o SBT disse que "todas as edições feitas são para adequar a novela à classificação indicativa para o horário de exibição, de acordo com a lei". A trama mexicana é imprópria para menores de dez anos, mas o Ministério da Justiça não veta insinuações homossexuais. O mais curioso é que cenas mais pesadas com os protagonistas Alessandro (William Levy) e Maria José (Jacqueline Bracamontes) foram ao ar.

No capítulo com previsão para ir ao ar em 22 de dezembro, Ulisses e Roberto aparecerão na cama, nus, cobertos apenas com um lençol. Se os cortes persistirem, essa cena não irá ao ar no SBT.


Marcelo Córdoba e Julián Gil em cena da novela Sortilégio em que fica implícito que eles transam


Cena se inicia em 3:38 m.





Princesas da Disney com novas origens

A ilustradroa TT Bret do Let There Be Doodles redesenhou as princesas com novas origens. A Ariel virou indiana, a Megara egípcia, a Cinderella japonesa, a Jasmine africana e por aí vai. Se não me engano a Pocahontas virou brasileira (ou tô viajando?)

ariel
aurora
bela
tiana
pocahontas
megara
branca
yasmin
cinderela
valente


Personagens Naruto à Sakimi Chan

A artista plástica canadense Sakimi Chan é uma apaixonada por desenhos e mangás.
Dessa vez ele cria suas versões de Naruto com um ar mais intenso.







Artista brinca com o gênero das princesas e vilãs da Disney (FOTOS)

GENDER BENDING DISNEY

A artista plástica canadense Sakimi Chan é uma apaixonada confessa pelos filmes da Disney. De clássicos como A Bela e a Fera e Pocahontas, ao lançamento de filmes recentes, caso de Frozen, cada trabalho lançado pela empresa norte-americana serve de inspiração para as ilustrações da artista.
Entretanto, mais do que repetir a estética dos grandes clássicos da animação, Sakimi resolveu brincar com os personagens dos filmes, invertendo o gênero de princesas - como Ariel (A Pequena Sereia) e Bela (A Bela e A Fera) - e até vilãs, caso da terrível Cruela, de 101 Dálmatas. O resultado desse trabalho você encontra na nossa seleção abaixo, ou acompanha toda a produção da artista no Facebook.

Belo & Fera ("A Bela e a Fera")
Beau & Beast (Beauty & The Beast)
Ariel ("A Pequena Sereia")
Ariel (The Little Mermaid)
Cruel ("101 Dálmatas")
Cruel (101 Dalmatians)
Esmeraldo ("O Corcunda de Notre Dame")
Esmereld (Hunchback of Notre Dame)
Úrsulo ("A Pequena Sereia")
Urs (The Little Mermaid)
Malévolo ("A Bela Adormecida")
Maleficent (Sleeping Beauty)
Pocahon ("Pocahontas")
Pocahon (Pocahontas)
Elso ("Frozen")
Els (Frozen)

Fanart: Baile Disney

magina as personagens da Disney no baile de formatura? Essa foi a inspiração da super talentosa Kathryn Hudson.
.
.
veja também o site da Kathryn :)
-->