[RESENHA] Makai Ouji: Devils and Realist


Makai Ouji conta a História de William que é a reencarnação do antigo Rei Salomão. O problema é que há muitos tempo atrás, Salomão fez pacto com diversos demônios e foi incumbido de ser o responsável pela escolha do próximo governador do inferno enquanto Lúcifer está em estado de hibernação, sendo considerado o braço direito de lúcifer. Nos tempos atuais, em um internato da Inglaterra, diversos demônios aparecem para William para que um deles seja escolhido o novo imperador, o que deixará William louco da vida, pois ele se considera uma pessoa realista e não acredita em demônios ou qualquer evento sobrenatural, sempre arranjando uma solução realista para os problemas.



  
A principio achei que o anime teria um tom mais para o lado do yaoi, algo do tipo shounen ai, mas acontece que a história apesar de incitar para este lado, corre para o lado da comédia. Ação está em falta pois mesmo os momentos mais tensos da história são destinados aos momentos finais da história.

Mesmo curto o anime insiste em alguns episódios considerados fillers, que não acrescentam em nada a história original. O fanservice para as garotas é grande. A comercialidade do anime nesse aspecto é triste. A história dá margem pra muita coisa a ser contada. Não acho que deveriam ter gastado tempo fazendo episódios desnecessários.

O interessante do anime é questão da demonologia aqui empregada. Para quem conhece um pouco sobre essa religião é muito interessante ver como os demônios são retratados. A aparência, a personalidade, tudo é mostrado de uma forma muito exuberante. Bellzebub e Salatiel são os mais incríveis.

Sobre os detalhes mais técnicos, a animação é básica, não apresenta nenhuma novidade. As musicas de abertura e encerramento são interpretadas pelos próprios dubladores dos personagens principais. Isso me faz ter a sensação de que o anime não teve orçamento pra desenvolver mais a qualidade. Quanto ao design dos personagens eles são os mais lindos o possível. Confesso que este foi um dos principais motivos que me levou a assistir a série.


0 comentários:

Postar um comentário

-->