Devaneios Vol. I - O príncipe da noite

http://3.bp.blogspot.com/-dZS4iwUpSCE/UjaDAFA5sjI/AAAAAAAACik/iMBw8fPZZuc/s1600/visitantemisterioso.jpgOh! Meu Deus, onde esconde minha estrela.
Todas as noites celebro
As noites mais belas, mas volto sozinho.

Minha casa está em trevas
Janelas abertas, por onde entra o sopro das sombras.

Sinto-me um cadáver vivo
Com sede e fome de vida
Com desejo de encontrar minha estrela
Sangue novo
Que dê vida a este morto-vivo




http://2.bp.blogspot.com/_w80cLIp4WxU/S1FZrLx2nHI/AAAAAAAAC6U/iXwfUf4cXT8/s400/Rosa18.jpgAcordo meia noite,
Clamando aos céus estrelados que me traga o amor

Em uma destas, enquanto perdia e chorava de amor.
Por sua falta



Os céus me ouviram
Uma lagrima luminosa cai rasgando o horizonte

Deus finalmente chorou
Voltei à cama, com paz.
Que não saberei nunca lhe explicar

E com a melodia da natureza,
Com o canto dos pássaros
Acordo e dou um sorriso ao lindo dia

Saio para caminha pelo parque
Para ouvir a voz da natureza debaixo de uma cerejeira
As margens do riacho

Cansado, vou quase ao sono.
Quando das águas sai um príncipe
Um jovem a quem tirou o resto do folego que me restava

Desmaio, e quando acordo.
Estou sendo beijado pelo lindo príncipe misterioso
Beijava-me fazendo respiração
Boca-boca

Graças a Deus!
Salvou minha vida e com o passar do tempo meu coração.

De desconhecidos
Amigos
De amigos
Amantes

Um dia, enquanto ele dormia.
Vi uma marca de nascença de três estrelas em seu peito.

Chorei de amor e felicidade
Era minha estrela cadente
Meu presente, que veio fazer a vida ser um presente completo.

Hoje sou casado com o príncipe da noite
Encontrei a estrela guia do meu coração.

Texto de Gaburieru Phantomhive.

0 comentários:

Postar um comentário

-->