Devaneios Vol. I - Natureza sabia.

Nada morre
Ressuscita, se transforma.
Em obra prima
Pois a natureza
É uma artista nata
Uma diva
Tenho orgulho de ser seu filho
Obrigado papai, você, Deus.

Só porque beijo
Amo o semelhante
Sou crucificado

Pelo visto são surdos
Ou nunca ouviram a voz
De deus em seus corações

Se o amor for verdadeiro
Rompe as leis fundamentais da natureza
Afinal, leis mudam
Se a filosofia mudar
Sempre haverá uma emenda
A natureza é mutante
Sou seu filho
Esta em meu sangue
Amante, mutante. Texto de Gaburieru Phantomhive.

0 comentários:

Postar um comentário

-->