Devaneios Vol. I - Criatura Noturna

Caminhando sozinho
Com o coração a gritar
Sinto alguém me chama
Tocar-me.

Corro sem destino
Mas perdido estou na escuridão
Completa solidão
Alguém me dê à mão
Acalme meu coração
Sou um jovem apaixonado

Nasci há mil anos
Não tenho pais, paz.
Estou à procura do amor
Alguém para de me cuidar

Sou a criatura mais fria da noite
Não tenho medo
Não vivo, não temo.

Visto-me com as trevas
A procura de sangue novo
A procura de paixão

Quero seu amor
Ele me dá vida
Faz meu coração bater

Sinto-me cada vez mais mortal.


Texto de Gaburieru Phantomhive.

0 comentários:

Postar um comentário

-->