Devaneios Vol. I - Carro velho

http://www.fotosdahora.com.br/clipart/cliparts_imagens/16Transporte//carro_antigo_03.gifSou como sou
Demoro a pegar no tranco
Mas quando pego, não paro mais.

Cadê os freios?
Sou indomável a velocidade.
Máximo é meu legado
Carro.

Ultrapasso os limites da vida

http://3.bp.blogspot.com/_3nkPoSgXcOw/TN8SYy152AI/AAAAAAAAAC0/UyFIigVFFf0/s320/velocimetro.jpgMeu combustível não polui
Ele é o amor, que lhe purifica.
Coração a mil por hora
É hora de volta para casa
A garagem mais próxima

Tanque quase vazio
Estou faminto de amor
Venha trocar o óleo deste carro velho
De motor novo
Que se embriaga de amores



Texto de Gaburieru Phantomhive.   

0 comentários:

Postar um comentário

-->