Pânico na Band pode imitar o Silvio Santos.

( Foto reprodução Band)

O humorista Wellington Muniz, também conhecido como Ceará, que trabalha no humorístico "Pânico", na Band, já pode voltar a imitar o empresário e apresentador de TV, Sílvio Santos. No ano passado, o dono do Sistema Brasileiro de Televisão (SBT) tinha conseguido uma autorização na justiça que impedia o humorista Ceará de imitá-lo. Mas na última sexta, 09, a decisão foi suspensa pela 6ª Câmara de Direito Privativo do Tribunal de Justiça de São Paulo. 
Para protestar, o “Pânico na Band”  fez o velório de "Silvio Santos" ao vivo. Foi a maneira que os humoristas encontraram para protestar. Eles abriram o caixão com Ceará encarnando o dono do SBT pela última vez. "Jamais imaginei que estaríamos aqui velando uma piada, um personagem", disse Surita.

Segundo a "Folha de São Paulo", os que julgam o caso entenderam que proibir o programa de imitar o empresário rompe o direito à liberdade de expressão. Isso também serve para imagens mostradas no programa, sem autorização. "O Tribunal de Justiça reconheceu a proteção à liberdade de expressão e trabalho artístico garantidos pela Constituição Federal, em especial o exercício do direito à paródia, trata-se de importante precedente" disseram os advogados advogados da Band.
O SBT não se pronunciou sobre a decisão.

0 comentários:

Postar um comentário

-->