Quem toma café possui menos tendências suicidas

Reprodução: Doug8888/Flickr
Ao menos, é isso que um estudo da Escola de Saúde Pública da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, comenta. O risco de suicídio para quem toma a bebida cairia em 50%, devido os efeitos antidepressivos da cafeína.

Publicado na “The World Hournal of Biological Psychiatry”, a conclusão foi tirada de três estudos feitos com mais de 208 mil pessoas. Segundo a análise dos dados, as pessoas que bebiam entre duas e quatro xícaras de café por dia possuiam tendência menor ao suicídio do que aquelas que preferiam a bebida descafeinada ou simplesmente não tinham hábito de consumo.
Isso porque a cafeína também atua como antidepressivo, ainda que em doses pequenas. Mas como o consumo é constante, ele acaba fazendo bastante efeito no organismo, estimulando produção de serotonina, noradrenalina e dopamina.
O mesmo estudo indica que adultos que sofram de depressão e tenham hábito de consumir café devam corta-lo da sua dieta. Isso porque o antidepressivo da cafeína acaba sendo consumido de forma ajustada ao corpo da pessoa, o que o faz parar de fazer efeito.

0 comentários:

Postar um comentário

-->