Hanazakari no Kimitachi E / Hana Kimi - Versão Japonesa

  Hanazakari no Kimitachi E foi o meu primeiro J-Drama. Não vou ficar falando do quanto gosto dele, pois você vai ler o post e perceberá isso em 5 segundos...





Ficha Técnica

Título: 花ざかりの君たちへ / Hanazakari no Kimitachi E / Hana Kimi

Gênero: Romance / Comédia

Nº de Episódios: 12

Rede: Fuji TV

Ano: 2007

J-Drama

             Sinopse: Ashiya Mizuki [Hirokita Maki], uma menina japonesa que mora nos Estados Unidos, consegue convencer sua família a estudar no Japão. Porém o que eles não sabem é que ela se increveu em um colégio só para meninos, com o objetivo de ajudar Sano Izumi [Oguri Shun], um atleta de salto em altura que depois de uma lesão parou de saltar. Então Mizuki se torna um menino em tempo integral - na medida do possível - para poder estudar. Umueda Hokuto [Kamikawa Takaya], o médico da escola, descobre o segredo de Ashiya, mas acaba entendendo seus motivos e a "ajuda" quando ela precisa se livrar de algum indício de que ela é uma mulher. Mizuki acaba ficando no mesmo quarto que Sano e vê nisso uma chance de se aproximar de seu ídolo. Nakatsu Shuichi [Ikuta Toma] fica amigo de Mizuki e aos poucos se vê apaixonado pelo "amigo". Sem querer, a história se torna um triângulo amoroso onde Mizuki se apaixona por Sano, este descobre que Ashiya é mulher e Nakatsu desconfia que é gay. Será que Mizuki conseguirá fazer Sano saltar novamente? E com quem ela acabará ficando?





             Minha opinião: Hana Kimi é o drama que mais me fez rir. Gente, é um bando de louco naqueles dormitórios. Claro que tem os draminha básicos da Mizuki e do Sano e quando o Nakatsu leva um fora também não é muito legal, mas mesmo assim, tirando essas coisas básicas, é pura comédia.


             Além disso, não se pode negar que os caras dos dormitórios são lindos! As vezes acho que a Ashiya tinha outros motivos além do Sano para se mudar para o Japão...


             Mas tem dois que não se salvaram naquele Oásis de homens perfeitos: Masao [Kyo Nobuo] e Nakao [Kimura Ryo]. Pra mim, o Masao, era, só podia ser gay! Que que foi aquela apresentação em que ele se vestiu de ursinho??? E no final me surpreendeu ficando com a Hibari [Iwasa Mayuko]... O casal se merecia mesmo. Já o Nakao, ok, aquele era o gay que Deus e o mundo sabia, mas que não tinha muito o que fazer pra "conquistar" seu Nanba-sempai [Muzushima Hiro]. Os dois são os mais feinhos e não tem como mudar a minha idéia deles.

             Sobre a Mizuki e o Sano, desde o começo torci pelos dois e sabia que ele acabaria descobrindo a verdade sobre quem era ela. Achei ele só meio - MUITO - lento. Gente, ele já tava gostando dela, eles eram os melhores amigos e tal, mas ele só foi beijar ela quando ela não se "considerava" mais um menino. Caraca, quase matei umas 300 vezes o Sano vendo essas babaquices. AFF......


             Apesar de torcer pelo Sano, o Nakatsu, sim, conquistou o meu coração... Os sonhos com a Mizuki vestida de mulher e todas aqueles devaneios sem noção dele... Além de me fazer rir horrores com aquela história de "sou gay ou não"? Mas o que ninguém esquece mesmo é a bááásica comemoração do Shuichi: "Ore wa homo janai!" [Eu não sou gay!]. E depois quando ele realmente descobriu sobre a Mizuki tudo mudou...


             Nakatsu seria perfeito pra Mizuki.... Se ela não conhecesse o Sano e depois disso ter ficado cega para todos os outros homens. T_T

             Mas a maior injustiça que foi cometida nesse dorama foi aqueles desfiles de moda onde os meninos se vestiam de mulher. A Mizuki linda, perfeita, toda fofa e quem ganhou foi o Sano, que sei lá, nem como Drag Queen convencia, totalmente sem expressão... ELA PERDEU PARA UM HOMEM! Sacanagem.


             As confusões dos dormitórios e as disputas entre os Senpai eram um show a parte. Chorava de rir vendo os capítulos deles na praia, com aquela competição de quem pegava mais mulher... De onde eles tiravam essas coisas?


             Alguém sabe me explicar qual era o problema daquele médico Umeda? Aquele horror de mulheres e de ser tocado por elas, sei lá, criatura estranha. Me fez rir pacas com aquela fotografa assanhada, a Hara Akiha [Konno Mahiru]. No final deu a entender que eles acabariam ficando juntos... Mas nada realmente confirmado...


             Sobre o Hibari Four não tenho muito o que falar... Era um bando de meninas que seguiam uma louca que era inútil demais. Dava pra arrumar amiguinha melhor, meninas!


             Mas no final dos 12 capítulos, achei que faltava alguma coisa. Tudo bem, a Mizuki acabou o ano no colégio e se formou, beijou o Sano, voltou pra América... E ficou nisso ai. Claro que o especial deu aquilo que a gente queria, saber um pouco mais sobre o que aconteceu depois, mas mesmo assim, ficou sem final do mesmo jeito...


             Lado positivo: Se você está deprimido, triste, com algum problema de qualquer natureza e ver um episódio de Hana Kimi, você vai se viciar e querer ver todos eles - again and again and again. Hana Kimi é uma terapia pra mim. XD
 

              Lado negativo: Qual é o problema do Sano com o álcool????????? Ele ficou bêbado comendo um treco lá que deixou ele meio bebum e queria sair beijando geral.... Nessa brincadeira, ele beijou mais homem do que a Mizuki... Tira o saquê de perto desse homem, gente! E se você for contar o número de beijos gays superam anos-luz os dois beijinhos que deram na Ashiya.


             Ator / Personagem:
Kyo Nobuo como 
Himejima Masao

Mizushima Hiro
como Nanba Minami

Kamikawa Takaya 
como Umeda Hokuto
Ishigaki Yuma como 
Tennoji Megumi












 
Ikuta Touma como 
Nakatsu Shuichi
Konno Mahiru 
como Hara Akiha













Oguri Shun como 
Sano Izumi
 
Hirokita Maki 
como Ashiya Mizuki

Iwasa Mayuko como
Hanayashiki Hibari












               Esse J-Drama foi traduzido pelo fansub Namida, porém parece que o site foi desativado ou algo assim.
              Mas achei dois sites que disponibilizam o dowload da série:
Animes Center
              O Animes Center tabém tém o link para fazer o dowload do especial do Hana Kimi.
Animes Center

              Já a OST achei em um blog em espanhol.
OST

0 comentários:

Postar um comentário

-->