Abaixo-assinado quer evitar pena de morte para gays na Uganda

Gays poderão ser condenados à morte ou à prisão perpétua na Uganda se projeto de lei sobre o assunto for aprovado. Como forma de evitar esse absurdo, a entidade Avaaz promove abaixo-assinado mundial.
Participe aqui.
O objetivo é pressionar a Presidência do país e os parlamentares. Segundo informe da Avaaz, parece que a simples organização da lista fez o parlamento recuar na proposta. Mas a luta continua. O objetivo é reunir 1 milhão de assinaturas. Até as 2h do sábado 24, havia quase 400 mil!

0 comentários:

Postar um comentário

-->