Vampira mexicana dá sangue contra violência doméstica

Maria Jose diz que todo o seu corpo é um manifesto a favor da liberdade e contra o abuso

vampira-mexicana-hgDivulgação/Ripley
Cristerna tirou costelas para diminuir o tamanho da cintura e explica: toda mulher quer se sentir bonita


Maria Jose Cristerna, de 36 anos, é conhecida como “A Mulher Vampiro do México” e tem uma missão na vida: ser reconhecida não apenas pelo seu rostinho bonito, mas como uma  mulher em luta pelos direitos de suas semelhantes.
Apesar da aparência que lhe valeu o apelido (veja fotos dela aqui) – ela é fissurada por body modification, tem uma infinidade de piercings e tatuagens e implantou chifres de titânio em seu crânio – Cristerna leva uma vida normal.
É ela quem leva as crianças para a escola, faz café da manhã para o marido e, depois, vai para o seu estúdio de tatuagem para mais um dia de trabalho.

Recentemente, o pessoal do Ripley's Believe It Or Not (conhecido no Brasil como Acredite Se Quiser) a convidou para ir até Orlando, na Flórida (EUA), onde eles mantêm um museu, para que eles tirassem o molde do corpo dela para fazer uma estátua de cera em tamanho natural.
Para ela, não poderia haver honraria maior.
- É meu sonho de vampira virar imortal.

Além de tudo isso, Cristerna quer aproveitar a fama para passar sua mensagem contra a violência doméstica – que foi o que a motivou a fazer todas as modificações em seu corpo.
A vampira mexicana considera seu corpo uma obra de arte viva que significa que todo mundo é livre para ser o que é, do jeito que achar melhor.
Vai discordar?

0 comentários:

Postar um comentário

-->