#Hacker invade #Grindr

O “tem boi na linha”, em 2012, virou tem hacker no aplicativo. No caso, o Grindr, que trabalha com geolocalização para achar homens. O aplicativo é sucesso dentre gays que possuem Iphone principalmente. Há versão para Android e Blackberry.
O ataque teve origem na Austrália. O hacker conseguiu se passar pelo dono do perfil, enviar fotos e ter acesso ao banco de dados. O responsável chegou a fazer uma versão do Grindr para website, mas esse recurso já foi fechado.
A empresa responsável pelo aplicativo, que é usado por cerca de 1 milhão de homossexuais no mundo, admite o ataque e afirma que, em breve, haverá uma atualização do Grindr contra novas tentativas de quebra de sigilo.

0 comentários:

Postar um comentário

-->