Vereador: "prefiro filha biscate que lésbica. Um galinha que viado

“É melhor ter uma filha biscate que uma filha lésbica ou um galinha, que um viado”. Palavras preconceituosas que não deveriam estar na boca de um detentor de um cargo público, ainda mais eletivo, não é mesmo? Pois foi um vereador que, em discurso oficial, fez esse discurso.
A fala foi realizada depois que o parlamentar de Osvaldo Cruz (SP) Edmar Mazucato (PSDB) viu dois homossexuais se beijando em uma rua da cidade.
“Eu deparei com dois jovens, mais ou menos de 14 ou 15 anos, dois jovens masculinos se beijando às 2h da tarde. Eu não sabia o que fazia! Não sei se é doença, sem-vergonhice, o que é. O cara não sabe se é macho, se é fêmea”, vomitou.
Em outro ponto do discurso, o vereador reclama do fato de estarem “dando” direitos demais para LGBT, que a “coisa está aberta demais”. Para ele, os jovens seriam influenciados pela mídia para fazerem isso.
Para finalizar a fala homofóbica, outro absurdo vindo de um parlamentar: “É melhor ter uma filha biscate que uma filha lésbica ou um galinha que um viado.”
Prepare o estômago e ouça:

0 comentários:

Postar um comentário

-->