Médicos são vítimas de desvio de milhagens de companhias aéreas

Pelo menos três cardiologistas tiveram pontos desviados por fraudadores.
Médico baiano pede indenização de R$ 20 mil e devolução de pontos.

A polícia investiga uma quadrilha que furta milhagens acumuladas por passageiros de companhias aéreas. Um cardiologista de Porto Alegre (RS) teve uma surpresa quando tentou acessar o cadastro dele no site da campanha de fidelidade da companhia aérea.

“Primeiro, não tinha acesso, dizia que a senha estava errada, que o email era errado. Depois, quando entrei em contato diretamente, fui informado que as minhas mais de 120 mil milhas se resumiram a 3 mil milhas”, diz o médico Leandro Zimmerman.

Em Recife, outro cardiologista denuncia o mesmo golpe. “Descobri que estava faltando 75 mil pontos. Acessei o extrato completo e vi que havia sido emitidos cinco bilhetes como se houvesse sido eu próprio. Usando a minha senha, algum fraudador entrou no sistema, emitiu os bilhetes e viajou com eles”, diz o médio Dario Sobral.

Em Salvador, o cardiologista Fábio Villas Boas perdeu 141 mil pontos no programa de fidelidade, prejuízo, segundo ele, de R$ 12 mil. Com a pontuação foram emitidas várias passagens para diversos lugares do país e até para Lima, no Peru. Ele não acha que seja coincidência o fato de vários médicos, profissionais que costumam viajar com freqüênci, terem sido vítimas da fraude.

“Seguramente o fraudador teve acesso aos dados da companhia aérea com os nomes dos clientes com maior pontuação. Com estas informações, ele solicitou novas senhas, novos emails e alterou os dados cadastrais, redirecionando as informações para os emails cadastrados", diz Villas Boas.

O médico baiano entrou na Justiça pedindo indenização de R$ 20 mil por danos morais mais a devolução dos pontos. O processo aguarda julgamento. Para o Ministério Público, a companhia aérea pode ser responsabilizada. “Se o criminoso se aproveitou de falhas do próprio sistema de segurança da companhia aérea, obviamente ela vai responder pelas falhas que cometeu”, diz o promotor Aurisvaldo Sampaio.

A empresa aérea diz que está apurando o golpe das senhas.

http://g1.globo.com/brasil/noticia/2011/06/medicos-sao-vitimas-de-desvio-de-milhagens-de-companhias-aereas.html

0 comentários:

Postar um comentário

-->