Lésbicas abrem igreja evangélica em São Paulo


Depois de servir como exemplo de conversão em algumas igrejas, Lanna Holder que era conhecida como ex-lésbica, inaugurou, no centro de São Paulo, a Comunidade Cidade de Refúgio, uma nova igreja evangélica, que busca atender aos perseguidos e não aceitos pelas demais congregassões.
“Queremos deixar claro que somos um refúgio, acolhemos todos os machucados e feridos, todos os que foram escorraçados pela intolerância”, explicou Lanna a Folha de São Paulo.
No passado, Lanna Holder pregava em diversas igrejas e lotava cultos por todo o país para dar seu testemunho de “cura”. Há até cinco anos atrás, a suposta ex-lésbica, ex-usuária de drogas e ex-alcoólotra exibia marido e filho e se dizia “convertida ao evangelho”.
Dezesseis anos depois da conversão, agora com 36 anos, rendeu-se “ao pecado da carne”. Junto a sua companheira, a pastora e cantora gospel Rosania Rocha, 38, ela enfrenta esse novo desafio: manter uma igreja chamada por alguns pastores de “filial de Sodoma e Gomorra”.
As duas estão juntas há cinco anos e resolveram assumir o sentimento mútuo depois que um acidente de carro quase matou Lanna. “Eu pregava o que desejava que acontecesse comigo, mas não é isso que sou”, conta a pastora.
No primeiro dia, a igreja reuniu cerca de 300 pessoas.

http://paroutudo.com/2011/06/17/lesbicas-abrem-igreja-evangelica-em-sao-paulo/

0 comentários:

Postar um comentário

-->